Novembro Azul: vamos abraçar essa causa!

Publicado em: 6/11/2018 | 09:17

 
Cuidar da saúde também é coisa de homem. O slogan pode até ser clichê, mas ganha um sentido especial neste mês de novembro, quando acontece a campanha mundial “Novembro Azul”, cuja missão é alertar o público masculino sobre a importância de prevenir o câncer de próstata.
 
Os próximos 30 dias serão marcados por palestras, ações em locais de grande circulação, iluminação de prédios e monumentos, em todo o país, tudo para lembrar que a saúde deve vir sempre em primeiro lugar.
 
A FUPESP também dá a sua contribuição, usando seus meios de comunicação para alertar os companheiros da categoria sobre o tema. Para o presidente da entidade, Damázio Sena, a informação é o melhor caminho para acabar definitivamente com o preconceito que existe por parte do grupo masculino, que tem resistência a realização do exame clínico pelo toque retal.
 
De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 20% dos pacientes são diagnosticados em estágios avançados da doença. Infelizmente, os dados refletem a falta de conscientização, o descuido e em muitos casos a vergonha de se expor com a realização do exame de toque retal. Muitos esquecem que uma simples ida ao médico é capaz de evitar um desfecho fatal. 
 
Levantamento feito pelo Ministério da Saúde mostra que 14.484 homens morreram em decorrência de tumor maligno na próstata somente no Brasil em 2015. Quando se fala em estimativas, os números são mais elevados, com previsão de 68.200 novos registros. No Brasil, a enfermidade é a segunda mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele. E, apesar de ser considerada uma doença da terceira idade, o câncer também pode atingir o grupo com idade entre 20 e 59 anos, representando a 12º causa de mortalidade por neoplasias. No entanto, cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. 
 
“Temos uma preocupação constante com a saúde e a qualidade de vida da nossa categoria. Quer uma dica? Aqueles que ainda não fizeram o exame aproveitem esse foco em novembro para colocar a saúde em dia”, disse o presidente da FUPESP, Damázio Sena.
 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.