Concursos públicos federais não acontecerão nos próximos anos, diz Paulo Guedes

Publicado em: 10/06/2019 | 07:01


Ministro da Economia diz que 40% dos funcionários se aposentarão em quatro anos e que informatização irá substituí-los
Paulo Guedes, ministro da Economia de Jair Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira (4), que o governo não irá promover concursos públicos nos próximos anos.

O ministro aponta que 40% do funcionalismo federal irá se aposentar em até cinco anos o que representaria um “enxugamento sem demissão”.

Segundo o economista e banqueiro, em audiência da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, houve excesso de contratações e “os salários subiram ferozmente”.

Para suprir a ausência de mais de um terço da força de trabalho se aposentando, Guedes diz que o governo irá investir na digitalização e diminuição da burocracia. Como exemplo, citou a simplificação da abertura de empresas e disse, sem entrar em detalhes, que a metodologia será aplicada em outros serviços.

Pedidos de órgãos públicos para realização de concursos públicos futuros terão que passar pelo crivo do Ministério da Economia, que centralizará a análise e só aprovará a abertura em casos excepcionais, segundo o ministro. A proposta de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2020 não prevê a realização de concursos federais.





Fonte: Brasil de Fato com informações da Agência Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.